Academia Brasileira de Futebol

Celso Unzelte

Considerado o maior historiador do Corinthians. Mantém uma atividade frenética, que vai de participações em jornais, revistas, sites e emissoras de rádio e tevê até a formação de novos jornalistas esportivos na Cásper Líbero

Celso Dario Unzelte nasceu em São Paulo (SP), no dia 27 de fevereiro de 1968. Em 1989, se formou em Jornalismo pelas Faculdades Integradas Alcântara Machado (Fiam/SP). No ano seguinte, ingressou na Faculdade de História da Universidade de São Paulo, porém não concluiu o curso.
Profissionalmente, iniciou a carreira como repórter da revista Placar (SP), em 1990, embora já trabalhasse como revisor no departamento de textos da própria Editora Abril, desde outubro de 1986. Especializou-se na área de Esportes, com ênfase na pesquisa histórica. Foi repórter da revista esportiva Ação (que substituiu Placar), entre 1990 e 1991; editor da revista Veja Paraná (1991); de Placar (1991 a 1993 e 1997 a 2000); da editoria de Esportes do jornal Notícias Populares (1993); da revista Quatro Rodas (1993 a 1997); do site Netgol.com (2000 a 2001); e diretor da revista Varig e da revista da Abrale (Associação Brasileira de Leucemia), em 2008. Foi também editor-chefe da revista A Imprensa, mais antigo house-organ brasileiro, da Fundação Cásper Líbero.
Foi consultor do Memorial do Corinthians, inaugurado pelo clube em janeiro de 2006, do Museu do Futebol do Pacaembu, e do próximo livro do publicitário Washington Olivetto sobre o Sport Club Corinthians Paulista. Fundou, em janeiro de 2002, a empresa Bola Dentro Editora e Comunicação – que mantém em sociedade com a esposa e também jornalista Patrícia Rodrigues –, responsável por um grande número de produções e publicações, de álbuns de figurinhas até peças de teatro.
Exerce uma série de atividades na profissão: é comentarista das televisões por assinatura Espn e Espn Brasil, onde participa dos programas É Rapidinho (semanal), Loucos por Futebol (quinzenal) e, eventualmente, Pontapé Inicial e Bate-Bola (diários);  ao lado de Roberto Benevides; mantém uma coluna semanal (sextas-feiras) sobre histórias do Esporte no site Yahoo!; é professor de Jornalismo na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, em São Paulo, onde também atua como orientador de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs), principalmente os voltados para a área do Esporte e da História do Futebol; é colaborador frequente das edições especiais das revistas Placar e Quatro Rodas (principalmente Carros Clássicos), da Editora Abril; e, desde junho de 2012, é comentarista do programa Cartão Verde, da TV Cultura (SP), ao lado de Vladir LemosVítor Birner e Roberto Rivellino.
Já publicou diversos livros, quase todos na área esportiva, a maioria sobre o Corinthians: Almanaque do Timão(Abril, 2000); O Livro de Ouro do Futebol (Ediouro, 2002); Grandes Clubes Brasileiros (Independente, 2002, em parceria com Marcelo Migueres); A Família Bresser na História de São Paulo (Independente, 2003);Almanaque do Palmeiras (Abril, 2004, em parceria com Mário Sérgio Venditti); Os dez mais do Corinthians(Maquinaria, 2008); O Grande Jogo (Novo Século, 2009, em parceria com Odir Cunha); Jornalismo Esportivo: Relatos de uma Paixão (Saraiva, 2009); Timão: 100 anos, 100 jogos, 100 ídolos (Autêntica/Gutemberg, 2009);Bíblia do Corintiano (Panda, 2010); Corinthians, Uma Caixinha de Surpresas (Panda, 2010); Flamengo, Rei do Rio (Globo, 2010); Almanaque da Ferroviária (Dos Autores, 2011, com Luiz Marcelo Inaco Cirino); Santos – 100 Anos, 100 Jogos, 100 Ídolos (Gutemberg, 2012, novamente com Odir Cunha); Vampeta – Memórias do Velho Vamp (LeYa, 2012) e Vai Corinthians! Que Nós Vamos Atrás… (Maquinária, 2013, com Dante Grecco NetoAntonio Marcos Abrahão Júnior e André Luiz Pereira da Silva).
Foi editor do caderno semanal Esporte, do Diário do Comércio (SP), publicado às segundas-feiras. Deixou o DC em janeiro de 2013.